terça-feira, 6 de outubro de 2015

A CRISE DOS 26

  A minha vontade de criar um blog já vem de tempos e esse ano senti que é o momento certo na minha vida para estar compartilhando todos esses sentimentos e experiências. E para começar, nada mais apropriado do que esse texto descrevendo um pouco essa transição dos 25 aos 30 anos. Se deliciem com a minha CRISE DOS 26...

  Esse ano, quando celebrei 26 primaveras, fui atingida por uma avalanche de sentimentos mistos. Da noite para o dia, literalmente, eu acordei me sentindo velha, frágil e incapaz. Os meus 25 anos foram arrancados de mim e estou oficialmente mais próxima dos 30 do que dos 20. Eu não quis comemorar, fiquei deprê, chorei, pensei nos planos que foram perdidos pelo caminho e nos sonhos que ainda não realizei.

  É como se os meus dias estivessem contados e o que está inacabado não tem previsão de se concretizar; é como se não houvesse mais tempo para colocar em prática todas essas ideias que fervem na cabeça. Fui invadida por um turbilhão de incertezas e passei a questionar várias decisões tomadas ao longo dos últimos anos. Pensei no tempo perdido, no medo, na saudade. Fui atingida por diversas dúvidas existenciais. É muito louco esse misto de prazer por ter me tornado a pessoa que sou, mas ainda assim tão perdida nos mais variados aspectos da vida. A tão falada crise de idade me alcançou mais cedo que o previsto.

  Não é que eu não seja grata por todas as alegrias que a vida me proporcionou até hoje, eu sei que já conquistei muito e vou continuar buscando novas realizações, aprecio e valorizo tudo e todos à minha volta, mas ainda assim a sensação de impotência está ali, à espreita. Essa transição é muito difícil, eu já sinto saudades de mim mesma! O consolo é que não estou sozinha no mundo. Conversando com amigos, alguns também passaram por essas mesmas angústias e todos são categóricos em dizer: a aflição passa e você sai dela melhor. E é com essa esperança que vou caminhando para o terreno dos 27 anos...

Beijos com carinho ;)

15 comentários :

  1. Amei amei amei!!
    Provavelmente porque me sinto do mesmo jeito, e isso que ainda estou mais perto dos 20...
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Flá, verdade.. Ainda passo por esses sentimentos as vezes. Especialmente quando eu penso : "Quando eu era adolescente... Ops.. Já fazem mais de 10 anos!"
    Mudei tanto, me perdi no caminho, mas aí eu penso também que eu me tornei uma pessoa melhor..
    Não que eu tenha chegado onde eu sonhava.. Mas os meus sonhos foram se transformando, e minha mente foi se desenvolvendo a um ponto onde comecei a entender o que realmente importa pra mim. E sou grata por essa transformação. 😚

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, é bem verdade, nossos sonhos vão se transformando conforme caminhamos pela vida!

      Excluir
    2. Gabi, é bem verdade, nossos sonhos vão se transformando conforme caminhamos pela vida!

      Excluir
  3. Flá, verdade.. Ainda passo por esses sentimentos as vezes. Especialmente quando eu penso : "Quando eu era adolescente... Ops.. Já fazem mais de 10 anos!"
    Mudei tanto, me perdi no caminho, mas aí eu penso também que eu me tornei uma pessoa melhor..
    Não que eu tenha chegado onde eu sonhava.. Mas os meus sonhos foram se transformando, e minha mente foi se desenvolvendo a um ponto onde comecei a entender o que realmente importa pra mim. E sou grata por essa transformação. 😚

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto Flávia...provavelmente por eu também me sentir assim rsrsrsrs. No meu caso a crise é dos 28, completados este ano...tenho vivenciado essa angústia de uns meses pra cá..não que a minha vida não esteja boa, nada disso..estou feliz agora! Mas o pensamento de que o tempo está passando depressa me atormenta as vezes, a sensação de eu ainda não ter feito tantas coisas que eu quero me preocupa... rsrsrs a nostalgia me pega as vezes tbm. Acho que apesar das responsabilidades e realizações de hoje em dia, sinto que no fundo tenho um pouco de alma de adolescente. Nunca imaginei que teria medo e acharia difícil envelhecer rsrsrs Mas o que consola é que tento me tornar uma pessoa cada vez melhor! E a primeira coisa que pensei quando passei dos 25 também foi: agora estou mais perto dos 30 do que dos 20 anos hehehe. Um beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Glaucia, legal te ver por aqui. Esse misto de sentimentos é uma coisa muito louca né, no fundo tb acho q tenho alma de adolescente. Bjss

      Excluir
  6. Gostei do texto, mas no meu entendimento tens muito mais conquistas e vitórias que essa tenra idade te permitem perceber!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fases da vida! Só de compartilhar o sentimento já me sinto melhor ;)

      Excluir
  7. Flavinha querida, voltei no tempo com essa sua declaração! rsss
    Eu passei pela mesma crise quando fiz 26, mas aos 27 eu já estava melhor e pegando impulso pra uma nova fase... Agora aos 29 é uma estranha sensação de "não sei o que vem pela frente mas sei que agora estou mais madura e pronta não só pra conquistar os meus sonhos, mas para mantê-los!"... Me toquei disso aos, 26, eu já tinha segurado em minhas mãos tantas coisas boas e desperdicei várias delas... Sinto que agora a vida começou! Claro que tem muitas outras coisas envolvidas, o processo da perda da minha mãe, o fim de longos relacionamentos, mudança de estado e por aí vai... Mas no fim, todas as coisas cooperam para o nosso bem. Saudades querida, to adorando o blog, não tenho muito tempo livre pra acompanhar diariamente mas sempre que puder venho aqui xeretar! Beijão!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nati, que bom te ver por aqui! São fases da vida, né? Eu acho que essa transição dos 20 e tantos anos é difícil para a maioria das pessoas, muitas se identificaram! É que a ficha realmente cai quando estamos mais perto dos 30. Saudades da tua mãe. Acompanhe sempre puder, vou procurar postar bastante coisa legal! Bjsss

      Excluir
  8. Nossa ess texto é tudo que estou sentindo...completei 26 ha 2 meses e tenho sentindo esse mix de sentimentos,nostalgia,medo,parece que o tempo esta passando rapido demais e que não vai dar tempo,ou q nao estou aproveirando 100% minha juventude embora eu esteja trabalhando num negocii proprio,bem casada e etc, é dificil explicar,de certa forma apos ler este texto e os comentarios e tambem de outros sites deixei de me sentir sozinha...não sou a unica pelo jeito rs e o engraçado é que meu marido tem 25 e ele é super tranquilo não esta passando por nada disso

    ResponderExcluir
  9. Oi Jessica, escrevi o texto há quase 2 anos e hoje com 28, vejo minha trajetória com outros olhos. Na época, eu atravessava um período de muitas dúvidas e anseios. Mas, as coisas se encaixam cedo ou tarde e se serve de consolo, a crise passa, viu?! Beijos

    ResponderExcluir