quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CORTINA D'AMPEZZO, ITÁLIA

Sabe aquela cidade de contos de fadas, pequena e graciosa?! Assim é Cortina D'Ampezzo, uma comuna italiana na província de Belluno. A cidade fica nos Alpes Dolomíticos, ou Dolomitas, próximo da divisa com a Áustria, para se ter uma ideia, o trajeto até Innsbruck leva menos de 3 horas.

Visitamos Cortina durante o inverno no hemisfério norte e posso afirmar que é uma das cidades mais lindas que já tive oportunidade de conhecer. Chalés de madeira com fumaça saindo das chaminés, ruas estreitas, cafés, montanhas por todos os lados e muita, muita neve cobrindo tudo. A visão é de encher os olhos.





Para chegarmos à Cortina de carro, após sairmos da rodovia expressa, nós pegamos uma estrada bem mais estreita e que corta algumas cidades (nada que não estejamos acostumados no Brasil) mas ainda assim muito tranquila e o trajeto todo é lindo, então você nem repara que precisou diminuir a velocidade.

Assim que o waze nos indicou que havíamos chegado ao nosso hotel - sim, usamos waze no lugar do GPS comum durante toda a roadtrip pela Itália e foi PERFEITO - aproveitamos para bater perna pelo centrinho da cidade. Como Cortina é realmente muito pequena, com pouco mais de 5 mil habitantes, o centrinho é proporcional; basicamente uma larga rua (onde não é permitido carros) de paralelepípedo cheia de restaurantes, tabacarias, cafés e lojas de artigos esportivos. Numa certa altura encontra-se uma loja bastante grande que tem de tudo dentro, souveniers, roupas, artigos para casa, inclusive supermercado, foi lá que compramos nossos comes e bebes. Durante o dia o pessoal aproveita para esquiar e a cidade fica deserta, a noite é que as coisas acontecem. As luzes acendem, tudo decorado, o pessoal animado se encontra nos bares, faz suas compras e passeia.




E como eu descobri esse lugar tão charmoso? Pesquisando na internet estações de esqui na Itália, Cortina D'Ampezzo é referência! Foi sede das Olimpíadas de Inverno de 1956 e é um local frequentado em sua maioria por turistas europeus que curtem os esportes na neve - diga-se de passagem que não encontramos praticamente nenhum brasileiro por lá - portanto, é um destino relativamente caro quando comparado a outros no mesmo país. 

A estação de esqui que visitamos foi a Socrèpes VEJA AQUI, no hotel nos informaram como sendo a mais apropriada para iniciantes e intermediários. Assim que chegamos lá entendemos onde o povo se enconde durante o dia, a estação estava lotada. A infraestrutura é demais, apesar de que acabamos subindo a montanha errada e não era para inciantes, o que acabou sendo humilhante hahahah pagamos muito mico! Mas, tudo bem, faz parte. Assim que descemos, localizamos a montanha certa para os amadores e ali sim foi só alegria.



Cortina é um destino para os amantes de ski, snowboard e patinação, afinal não há muitas outras atividades por lá. O tempo adequado para se hospedar na cidade vai depender muito do objetivo da viagem de cada um. No nosso caso, queríamos curtir a neve e aproveitar 1 dia para esquiar, no total ficamos 3 dias por lá, que foi o suficiente. Agora, se a sua viagem é de aventura, para curtir muito a neve e os esportes de inverno, sugiro que fique ao menos uma semana.

Itens obrigatórios na mala são luvas, toucas e roupas térmicas, além de casacos grossos! Pegamos temperaturas de -12oC no mês de janeiro. Dica: não deixe para comprar nada por lá, os preços são absurdamente caros. Até mesmo o preço do aluguel de roupas para esquiar não é nada atrativo (ainda mais se levarmos em consideração a taxa de conversão atual, que está beirando os R$5,00). Existem diversas lojas de aluguel de roupas e equipamentos para ski e snowboard espalhadas pela cidade, você não terá dificuldade em encontrar alguma próxima ao seu hotel.
Ah, para se manter aquecido, aproveite para tomar muito chocolate quente. Hmmmm...



Buon viaggio!
Beijos com carinho ;)


11 comentários :

  1. Senti como se estivesse viajando nesses minutinhos enquanto lia teu artigo.. Que delícia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que agradei a leitora! ;) Bjss Gabi

      Excluir
  2. Que lugar lindo!! Adoro essas agradáveis descobertas!! 💓

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cissa, os lugares onde menos esperamos são os que mais nos surpreendem!

      Excluir
  3. L'Italia è tanto bella!!
    Um dia quero conhecer esse lugar.
    Bem bacana o post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ber. Vale a pena mesmo, Cortina é um sonho.

      Excluir
  4. Oi Flavia, muito legal seu post! Em breve também visitarei Cortina e, como é a primeira vez que pretendo eskiar, gostaria que você explicasse como é o procedimento antes da subida. Lembrando que já estarei com as roupas, luvas, etc(conforme sua orientação) apenas precisarei alugar a bota, o par de eski e os bastões. Só é permitido subir já com esses equipamentos? Paga-se quanto para subir? E o aluguel dos equipamentos, custa quanto em média, pra ter uma noção? Desculpe tantas perguntas, precisarei dessas orientações. Desde já obrigado e parabéns pela aventura!
    Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani, fico feliz que tenha gostado! Você pode chegar até a estação de carro ou pegar um ônibus na rodoviária da cidade que fica bem no centro (é muito fácil, lá eles te explicam qual ônibus você deve pegar, ou então se informe no seu hotel, há alguns pontos espalhados pela cidade). Não é obrigatório que você esteja equipado na estação, mas eu recomendo que já vá com as botas calçadas e esquis em mãos para facilitar e não precisar pagar guarda-volumes (para ser sincera nem sei se tem). Na rodoviária tem um posto de informações, lá comprei o ticket para subida na montanha, optei pelo acesso ilimitado durante um dia, aprox. EUR 20,00, ou então podes pagar por subida que era algo em torno de EUR 4,00/subida. No seu caso como é primeira vez esquiando acredito que vale mais a pena optar pelas subidas ilimitadas, pois a montanha de iniciantes é bem curta e provavelmente irás subir e descer algumas vezes. O aluguel dos equipamentos não me recordo exatamente quanto paguei, mas bota+esqui+bastão foi algo entre EUR 50,00 e 60,00. Espero que tenha ajudado! Depois nos conte como foi ;) bjs

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá Flávia, ótimo seu blog, estou amando.
    Iremos para Cortina no início de fevereiro, sairemos de Veneza de carro. Qual a estrada que vc pegou? Tinha neve na estrada? Nós nunca estivemos em uma estação de esqui, temos que contratar a aula ou é só alugar os equipamentos? Qual hotel vc ficou? Ai, desculpe eu te encher de perguntas....
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucimare! Fico feliz que esteja gostando das postagens!
      Também fizemos o trajeto partindo de Veneza, pegamos a auto estrada indicada pelo waze, agora não me recordo qual era, mas é tudo muito sinalizado, não tem erro. Vocês irão em direção à Belluno. Na auto estrada não havia neve. Quando fomos chegando mais próximo à região das Dolomitas, saímos da auto estrada, e pegamos o que poderia ser considerado como as "rodovias estaduais" que encontramos por aqui, ali tinha neve nos acostamentos, mas tudo muito tranquilo, não chegamos nem a usar as correntes nos pneus.
      Quanto ao esqui, nós não contratamos instrutor, é opcional. Acredito que onde você alugar os equipamentos eles possam te orientar em relação à esse serviço.
      O hotel que nos hospedamos foi Hotel Cornelio, muito bem localizado e atendimento nota mil, porém estrutura deixou um pouco a desejar.
      Espero que te ajude! Depois volte aqui para contar como foi! Bjs

      Excluir