sábado, 10 de outubro de 2015

VERONA, ITÁLIA

Ahhh la Bella Itália!!!

Depois de Cortina D'Ampezzo, nosso destino é rumo a Verona, com uma parada estratégica no Lago di Garda.

Toda a Itália é repleta de paisagens espetaculares. E a vista do Lago di Garda parece cenário de filme, uma imensidão de tons de azul, cercado por montanhas e vilas, com certeza vale a visita. Acabamos não nos hospedando por lá, foi apenas um stop over no trajeto, portanto acabamos não conhecendo muito a região, infelizmente. Na época demos preferência por passar a noite na região do Lago di Como, na Lombardia, mas se fosse escolher hoje entre um e outro, iríamos optar por Lago di Garda, com certeza absoluta.



A cidade da história de Romeu e Julieta respira romantismo. Decidimos que Verona era must go depois de assistirmos ao filme "Cartas para Julieta" e simplesmente nos apaixonamos. Definimos nossa roadtrip pela Itália tendo Verona como estrela principal.

Como estávamos de carro, optamos por nos hospedar fora da área histórica por conta das ZTLs - Zona de Tráfego Limitado e evitarmos multas. Ficamos no Ibis, muito bem localizado para quem está de carro. Para chegar ao centro histórico, dirigimos por uns 10 minutos praticamente em linha reta e guardamos o carro em um dos vários estacionamentos, ou parcheggios, pagos. 

Chegando à Piazza Brá, aproveitamos para comer alguma coisa - leia-se: alguma massa maravilhosa - já que a praça de Verona possui inúmeros restaurantes e gelaterias. De barriga cheia, fomos dar uma volta em torno da Arena de Verona, que está muito bem conservada e ainda apresenta espetáculos. 



De lá, seguimos direto para a Casa de Giulietta antes que o dia acabasse. Foi muito fácil localizar pois o fluxo de turistas indo e vindo era intenso. A entrada é a parede onde a tradição é fixar cartas de amor, coladas muitas vezes com chiclete, ou escritas à punho na própria parede. 


Há uma singela pracinha com duas ou três lojas de souveniers (comprei alguns lápis em formato de coração, me julguem) e uma estátua de bronze da musa de Romeu. Ali está a casa e a varanda simbólica de Julieta, sim simbólica, pois mais tarde fiquei sabendo que a varanda, na verdade, foi construída bem depois, para personificar a história de amor de Shakespeare. 

Ainda assim, nada tira o brilho do lugar e o clima de romance, e eu fiz questão de visitar o interior da casa e subir na varanda. A casa em si deixa a desejar, pois são apenas os cômodos vazios e depois fiquei com a pulga atrás da orelha de que Julieta realmente viveu ali. 




O mais divertido foi que bem na hora da minha "aparição" na varanda, surgiu um grupo de turistas chineses que viram o Nando tirando foto minha lá de baixo e resolveram sacar suas câmeras e bater fotos minhas também hahaha e eu bem na zoeira dei um tchauzinho, todos ficaram eufóricos e começaram a bater palmas. Rendeu algumas risadas.

No segundo dia na cidade, voltamos cedinho ao centro histórico, mas dessa vez nos deixamos levar pelas ruelas, andando sem muito destino, margeando o Rio Adige até avistarmos o que seria um Castelo no alto de uma colina, rodeado por árvores altíssimas e decidimos que era para lá que iríamos a seguir.



O nome do Castelo é San Pietro e para chegar lá subimos uma grande escadaria, mas a vista que se tem de Verona valeu a pena! Descobrimos um cantinho especial e de lá batemos muitas fotos, sozinhos, não havia mais ninguém, vai ver era porque o Castelo estava em reforma, portanto fechado para visitação. Quén quén quén...





Passeamos mais um pouco ali pelo bairro e atravessamos novamente o rio para chegar ao Castelvecchio - a construção militar mais importante da signoria Scaligera. O castelo na verdade funciona mais como um museu, com muitas obras de arte, pinturas, armaduras e arsenal militar dos séculos XVIII e XIX. O castelo é cercado por muralhas e é muito interessante caminhar pelas torres e imaginar como era a vida naquela época. O museu vale muito a visita.



Ao anoitecer o legal é se deixar levar pelas ruas estreitas de paralelepípedo, passear pelas inúmeras lojas e ristorantes. Os proprietários que moram por ali decoram as janelas com flores de todos os tipos e cores, um charme!

Verona é linda! Uma cidade que reúne tudo aquilo que você deseja ver na Itália: cultura, beleza, duomos, cantinas com massas espetaculares, castelos, muralhas, uma cidade grande com mais de 250 mil habitantes e que ainda assim consegue ser intimista. Se tiver força nas pernas, boa vontade e um bom calçado, anda-se toda parte histórica a pé. Nossa estadia foi de 2 dias, poderíamos ter ficado 1 dia a mais. 

Espero que tenham gostado do relato! Buon viaggio!
Beijos com carinho ;)

2 comentários :

  1. I'm enjoying this trip so much.. Please, let's keep going!!! 😊

    ResponderExcluir
  2. I'm enjoying this trip so much.. Please, let's keep going!!! 😊

    ResponderExcluir