sexta-feira, 16 de setembro de 2016

OS PIORES ERROS DE BELEZA QUE COMETI NO INÍCIO DA VIDA ADULTA


Essa semana me peguei revendo fotos antigas, da adolescência e do início dos meus 20 anos. E algo que não pude deixar passar despercebido foi como eu cometi erros de maquiagem e cuidados com a pele nessa fase da vida. Não usei os produtos e nem as ferramentas adequadas para meu tipo de pele e muito menos consegui realçar minha beleza. Seria ótimo se pudéssemos usar removedor de maquiagem em fotos.

Depois que entendi a importância de ter os pincéis apropriados, usar hidratante e protetor solar, e deixar um pouco de lado o lápis preto, foi quando tudo começou a dar certo.

Aqui estão os maiores erros de beleza cometidos no início da minha vida adulta:

1. Fazer demais a sobrancelha. Essa é clássica. Quem nunca?! Eu tinha essa mania terrível de tirar todo e qualquer pelinho que crescia "fora" da linha da minha sobrancelha. A pior ferramente de beleza que se pode colocar na mão de uma adolescente é uma pinça! Eu simplesmente detonei com a minha sobrancelha. E como consertar? Infelizmente, minha sobrancelha nunca mais voltou ao seu natural esplendor, mas sou adepta aos truquinhos. Todo santo dia uso um kit de sombra corretora para sobrancelhas e também uma loção que ajuda a engrossar e ativar o crescimento de cabelos. Uma sobrancelha bonita é a moldura do rosto.

2. Não usar protetor solar. Triste em admitir que passei a usar protetor solar somente depois dos 20 anos. Não é a toa que meu rosto tem muitas pintinhas e manchas de espinha. Esse "clique" do protetor solar nunca veio. Quem me apresentou a melhor marca de todas e que uso até hoje foi minha esteticista querida (oi Dani!) e insistiu para que eu usasse todos os dias. Bom, antes tarde do que nunca, não é? Mas não faça como eu, comece antes, comece desde muito nova a cuidar da sua pele do rosto.

3. Usar muito lápis preto na linha d'água.  Eita, que essa fica horrorosa nas fotos, hein! Quando eu tinha 13 anos a minha ideia de maquiagem consistia em basicamente passar muito lápis preto no olho, e só. Que fase. Depois que fui apresentada ao lápis marrom e aos inúmeros tipos e marcas de rímel foi quando a vida deu aquela guinada na direção certa. 

4. Não usar hidratante facial. Minha pele é oleosa e durante muitos anos da minha vida entendi que por esse motivo eu não precisaria/deveria usar hidratante. Ledo engano. Por isso existem hidratantes específicos para cada tipo de pele. Passei a usar não muito tempo atrás, talvez 3 anos e como vi melhora no meu rosto, sério. A oleosidade, espinhas e cravos diminuíram drasticamente. Independente se sua pele é seca, oleosa ou mista, invista em um bom hidratante facial.

5. Usar a cor errada de batom. Quem lembra do Myth e do Snob da MAC? Esses batons foram hit em 2010 e deixaram muita boca estranha de lembrança. Eu mesma comprei vários batons nessas tonalidades de gosto duvidoso. O contraste da cor com meu tom de pele não era nada favorável. Muitas vezes temos essa mania de querer copiar o que fica bom nas nossas amigas, mas que nem sempre fica bonito em nós. Hoje posso até me inspirar nas migas, mas antes de comprar me certifico que aquele tom funciona no meu rosto.

6. Aplicar corretivo de maneira errada. Eu tenho olheiras roxas, escuras e fundas. E eu tentava cobri-las passando pouquíssimo produto e apenas diretamente abaixo dos olhos. Foi quando conheci os maravilhosos tutoriais do Youtube que aprendi a aplicar corretivo da maneira correta; formando um triângulo invertido desde dos olhos até o nariz.  


E você, aprontou dessas quando era mais nova? Ou desde sempre
soube se arrumar muito bem?

2 comentários :